fbpx

Saúde

Cuidados com a pele no dia a dia.

Hoje vamos dar algumas dicas de como cuidar de nossa pele, principalmente no inverno, onde ficam mais sensíveis e ressecadas.

1- Lave o rosto duas vezes por dia com água morna ou fria e sabão neutro. Massageie suavemente o rosto com movimentos circulares, não esfregue. Lavar muitas vezes e esfregar pode fazer com que a pele se torne irritada. Após ou antes a limpeza passe adstringente.

2- Não estoure espinhas, pode empurrar material infectado ainda na pele, levando a mais inchaço e vermelhidão, e até mesmo cicatrizes. Se você notar uma espinha que vem antes de um grande evento, procure um dermatologista, ele pode muitas vezes tratar esse problema para você com menos risco de cicatrizes ou infecção. Caso prefira não ir a um dermatologista, lave bem o rosto e sempre que for expor a pele a luz use protetor solar, para que assim não tenha manchas em sua pele.

3- Evite tocar o seu rosto com os dedos ou inclinar seu rosto em objetos que coletam sebo e resíduo de pele. Tocar o seu rosto pode espalhar as bactérias que deixam os poros inflamados e irritados. Para manter as bactérias o ‘mais longe’ possível, lave as mãos antes de aplicar algum produto em seu rosto, como cremes de tratamento ou maquiagem.

4- Se você obter acne em seu corpo tente não usar roupas apertadas, elas não permitem com que a pele respire o que pode acabar causando irritação. Lenços, bandanas e bonés podem recolher a sujeira e a oleosidade da pele também.

5- Remova sua maquiagem antes de ir dormir. Ao comprar maquiagem, certifique-se de escolher as marcas que dizem “não comedogênico” no rótulo. Jogue fora maquiagem velha que cheira ou parece diferente de quando você o comprou.

6- Proteja a sua pele do sol, adquira o hábito de usar protetor solar com fator de proteção de, no mínimo, entre 15 e 30 (procure um protetor solar específico para o seu tipo de pele), os raios solares continuam causando danos mesmo no inverno e em dias nublados, então não deixe de utiliza-lo.

Read more...

5 dicas para aliviar as olheiras

Algumas das principais causas da formação de olheiras são a hereditariedade, o envelhecimento, a pele seca, choro prolongado, trabalhar por longas horas na frente de um computador, estresse mental ou físico, falta de sono e uma dieta pouco saudável. Homens e mulheres de diferentes faixas etárias podem ter olheiras.

As olheiras não são um problema de pele grave, mas eles fazem as pessoas aparentarem um olhar cansado, exausto, insalubre e mais velho. Você pode facilmente se livrar das olheiras sob seus olhos usando alguns remédios caseiros fáceis.

Sigam as dicas a seguir:

1. Óleo de Amêndoas
O óleo de amêndoa é um ótimo ingrediente natural que é muito benéfico para a pele delicada ao redor dos olhos. O uso regular de óleo de amêndoa irá ajudar a clarear suas olheiras. Além de óleo de amêndoa, você pode usar óleo de vitamina E para eliminar as olheiras sob os olhos.

Antes de ir para a cama, aplique um pouco de óleo de amêndoa sobre as olheiras e massageie suavemente a pele.
Deixe-o durante a noite.
Na manhã seguinte, limpe os olhos com água fria.
Siga este remédio diariamente até as olheiras desaparecerem.

2. Pepino
Pepinos têm propriedades adstringentes para aclarar a pele que ajudam a corrigir os olhos naturalmente. Além disso, ele têm um efeito calmante e refrescante.

Corte um pepino fresco em fatias grossas e coloque-o para descançar na geladeira por 30 minutos.
Coloque as fatias na área afetada da pele durante cerca de 10 minutos.
Lave a área com água.
Repita duas vezes por dia, durante cerca de uma semana ou mais.

3. Batata Crua
Há agentes clareadores naturais presentes na batata que podem ajudar a clarear olheiras e se livrar do inchaço ao redor dos olhos.

Rale uma ou duas batatas refrigeradas para extrair o suco.
Molhe um algodão no suco e coloque-o sobre os olhos fechados.
Deixe o suco reagir entre 10 a 15 minutos.
Lave bem os olhos com água fria,
Repetir uma vez ou duas vezes por dia durante algumas semanas.
Em vez de suco de batata, você também pode usar fatias de batata grossas para remover olheiras.

4. Água de rosas

Água de rosas tem incrível ingrediente para cuidar da pele. Ela rejuvenesce a pele e tem um efeito calmante sobre os olhos cansados. Devido às suas propriedades adstringentes leves, ela também funciona como um bom tônico para a pele.

Mergulhe o algodão na água de rosas por alguns minutos.
Coloque os algodões embebidos em suas pálpebras fechadas.
Deixe-os por cerca de 15 minutos.

5. Compressa fria

A compressa fria pode contrair os vasos sanguíneos sob os olhos e ajuda muito na redução inchaço dos olhos e olheiras.

Molhe um pano em água fria ou leite frio. Coloque-o sobre as pálpebras fechadas por vários minutos.
Alternativamente, você pode envolver alguns cubos de gelo em um guardanapo macio e colocá-lo sob seus olhos por alguns minutos. Você também pode usar um saco de ervilhas congeladas, um saquinho de chá gelado ou uma colher fria.

Fonte: www.top10homeremedies.com

Read more...

Algumas coisas que você não deve fazer antes de dormir.

Obter uma boa noite de sono é importante para o seu estado de espírito, seus níveis de energia e sua saúde geral. Também depende do que você faz durante a atividade física no dia – o que você come e bebe, e como mentalmente estimulado você é, especialmente nas horas antes de rastejar na cama. “Quando as pessoas sofrem de insônia ou outros problemas de sono, muitas vezes é por causa de algo que eles estão fazendo, provavelmente sem querer, quando deveriam estar se preparando para descansar “, diz Michael Grandner, um instrutor de psiquiatria e membro do Programa de Medicina Comportamental do Sono da Universidade da Pensilvânia.

Uso de aparelhos eletrônicos.

Vários estudos têm sugerido que o uso de dispositivos eletrônicos como e-readers e smartphones, ou mesmo assistindo televisão antes de dormir pode atrapalhar o sono. Robert Rosenberg, recomenda evitar qualquer tecnologia de emissão de luz por pelo menos uma hora antes de dormir. “A luz azul emitida por computadores, smartphones, tablets e TV impede a produção de melatonina, que ajuda o corpo a se tornar sonolento “, diz ele. Se você não quer desistir de ler o seu Kindle Fire ou de usar seu iPad na cama, siga este conselho a partir de um estudo de 2013 Mayo Clinic: Mantenha o dispositivo pelo menos 14 centímetros do seu rosto e desligue o seu brilho da tela para reduzir o seu risco de problemas de sono relacionadas luz.

Uso de medicamentos

Se você tomar medicamentos ou suplementos em uma base diária e você também está enfrentando problemas de sono, pergunte ao seu médico se a hora do dia que você tomar a sua dose pode ser mantê-lo acordado. “Os efeitos podem ser sutis, mas alguns medicamentos pode fazer você alerta por várias horas depois de tomá-los”, diz Grandner. Por exemplo, os antidepressivos podem ter fortes efeitos sobre o sono em qualquer direção, e alguns medicamentos para a dor pode perturbar o seu estômago e tornar o sono mais difícil. (Por outro lado, alguns outros medicamentos, como alguns tipos de pílulas de pressão arterial -ter sido demonstrado que funciona melhor quando tomado durante a noite;. conversar com o seu fazer sobre quando tomar a sua) Um comprimido para dormir nem sempre é a resposta , ou: Eles estão geralmente recomendado apenas para uso em curto prazo -mais-the-counter medicamentos, especialmente-portanto, se você encontrar-se tomá-los regularmente, converse com seu médico sobre outras opções. Um medicamento de prescrição será mais seguro e mais eficaz para usar por mais do que algumas semanas de cada vez, mas uma solução de longo prazo, que não dependem de medicação é a sua melhor aposta

Beber Café

Uma xícara de café contém cerca de 80 a 120 miligramas de cafeína por xícara, e você provavelmente já sabe que você deve evitá-lo antes de dormir direito. Mas alguns ainda gosta da idéia de uma bebida quente após o jantar, diz Grandner, e pode não perceber que, embora eles ainda estão várias horas longe de transformar em, seu hábito poderia perturbar o sono. A verdade é que a cafeína pode permanecer no corpo por até 12 horas . “Mesmo cafeína no almoço pode estar muito perto da hora de dormir para algumas pessoas”, diz Grandner. Talvez ainda mais surpreendente: café descafeinado não pode mesmo ser uma aposta segura. A Consumer Reports relatório de 2007 descobriu que algumas amostras “descafeinado” “continham até 20 miligramas de cafeína

Chocolate

Outra fonte sorrateira de cafeína é chocolate, especialmente chocolate escuro com alto teor de cacau. “As pessoas podem não pensar em sorvete que contém chocolate ou café como algo que poderia potencialmente mantê-los acordados, mas se eles são sensíveis à cafeína que pode definitivamente fazer o truque”, diz Grandner. Barras de chocolate ao leite geralmente tem menos de 10 miligramas de cafeína por porção, uma barra de Hershey’s Special Dark , por exemplo, contém 31 miligramas, a quantidade em quase toda uma lata de Coca-Cola. O chocolate contém também serve de estimulante a teobromina, o que tem sido demonstrado que pode causar aumento da frequência cardíaca e insônia.

Fumar

Nós poderíamos falar sobre todas as maneiras que fumar é terrível para você, incluindo perturbar seu sono. Muitas pessoas fumam para relaxar, diz Grandner, mas a nicotina é um estimulante e pode fazer a insônia pior, especialmente se você acender perto de sua hora de dormir. A falta de nicotina também pode fazer os fumantes a acordar mais cedo do que normalmente faria pela manhã. “Se você é um fumante e você está tendo problemas para dormir, isso pode ser outra razão para você conversar com seu médico sobre largar o cigarro”, diz Grandner

Beber muita água

“Manter-se hidratado é importante, mas pode não ser a melhor estratégia beber um grande copo de água antes de dormir ou dormir com uma garrafa água ao lado da cama “, diz Grandner, a menos que seu objetivo é se levantar no meio da noite para usar o banheiro. Em vez disso, ele sugere, certifique-se que você está bebendo bastante água ao longo do dia e certifique-se sempre de usar o banheiro antes de ir para a cama, mesmo que você não senta com vontade.

Fonte: www.health.com

Read more...

11 benefícios da caminhada para o corpo e a mente

Ela controla a pressão, diabetes, protege contra demência e ainda emagrece

Você conhece algum exercício mais fácil de praticar do que a caminhada? Ela não exige habilidade, é barata, pode ser feito praticamente a qualquer hora do dia, não tem restrição de idade e ainda pode ser feita dentro de casa se a pessoa tiver uma esteira. “Para uma pessoa que não pratica nenhum tipo de esporte, uma caminhada de 10 minutos por dia já provoca efeitos perceptíveis ao corpo, depois de apenas uma semana, explica o fisiologista do esporte Paulo Correia, da Unifesp. Além da melhora do condicionamento físico, as vantagens de caminhar para a saúde do corpo e da mente são muitas, e comprovadas pela ciência. O Minha Vida reuniu 11 benefícios que esse hábito pode fazer para você. Confira aqui e movimente-se:

1.Melhora a circulação

Um estudo feito pela USP, de Ribeirão Preto, provou que caminhar durante aproximadamente 40 minutos é capaz de reduzir a pressão arterial durante 24 horas após o término do exercício. Isso acontece porque durante a prática do exercício, o fluxo de sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão.

Além disso, a caminhada faz com que a as válvulas do coração trabalhem mais, melhorando a circulação de hemoglobina a e oxigenação do corpo. “Com o maior bombeamento de sangue para o pulmão, o sangue fica mais rico em oxigênio. Somado a isso, a caminhada também faz as artérias, veias e vasos capilares se dilatarem, tornando o transporte de oxigênio mais eficiente às partes periféricas do organismo, como braços e pernas”, explica o fisiologista Paulo Correia.

2.Deixa o pulmão mais eficiente

O pulmão também é bastante beneficiado quando caminhamos. De acordo com Paulo Correia, as trocas gasosas que ocorrem nesse órgão passam a ser mais poderosas quando caminhamos com frequência. Isso faz com que uma quantidade maior de impurezas saia do pulmão, deixando-o mais livre de catarros e poeiras.

“A prática da caminhada, se aconselhada por um médico, pode ajudar também a dilatar os brônquios e prevenir algumas inflamações nas vias aéreas, como bronquite. Em alguns casos mais simples, ela tem o mesmo efeito de um xarope bronco dilatador”, explica.

3. Combate a osteoporose

O impacto dos pés com o chão tem efeito benéfico aos ossos. A compressão dos ossos da perna, e a movimentação de todo o esqueleto durante uma caminhada faz com que haja uma maior quantidade estímulos elétricos em nossos ossos, chamados de piezelétrico. Esse estímulo facilita a absorção de cálcio, deixando os ossos mais resistentes e menos propensos a sofrerem com a osteoporose.

“Na fase inicial da perda de massa óssea, a caminhada é uma boa maneira de fortalecer os ossos. Mesmo assim, quando o quadro já é de osteoporose, andar frequentemente pode diminuir o avanço da doença”, diz o fisiologista da Unifesp.

4. Afasta a depressão

Durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando uma pessoa começa a praticar exercícios, ela automaticamente produz endorfina.

Depois de um tempo, é preciso praticar ainda mais exercícios para sentir o efeito benéfico do hormônio. “Começar a caminhar é o inicio de um círculo vicioso. Quando mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, o que te dá mais ânimo. Esse relaxamento também faz com que você esteja preparado para passar cada vez mais tempo caminhando”, explica Paulo Correia.

5. Aumenta a sensação de bem-estar

Uma breve caminhada em áreas verdes, como parques e jardins, pode melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Essex, no Reino Unido.

Comparando dados de 1,2 mil pessoas de diferentes idades, gêneros e status de saúde mental, os pesquisadores descobriram que aqueles que se envolviam em caminhadas ao ar livre e também, ciclismo, jardinagem, pesca, canoagem, equitação e agricultura, apresentavam efeitos positivos em relação ao humor e à autoestima, mesmo que essas atividades fossem praticadas por apenas alguns minutos diários.

6. Deixa o cérebro mais saudável

Caminhar diariamente é um ótimo exercício para deixar o corpo em forma, melhorar a saúde e retardar o envelhecimento. Entretanto, um novo estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostra que esse efeito antienvelhecimento do exercício pode ser possível também em relação ao cérebro, ao aumentar seus circuitos e reduzir os riscos de problemas de memória e de atenção. “Os estímulos que recebemos quando caminhamos aumento a nossa coordenação e fazem com que nosso cérebro seja capaz de responder a cada vez mais estímulos, sejam eles visuais, táteis, sonoros e olfativos”, comenta Paulo Correia.

Outro estudo feito pela Universidade de Pittsburgh, afirma que as pessoas que caminham em média 10 quilômetros por semana apresentam metade dos riscos de ter uma diminuição no volume cerebral. Isso pode ser um fator decisivo na prevenção de vários tipos de demência, inclusive a doença de Alzheimer, que mata lentamente as células cerebrais.

7. Diminui a sonolência

A caminhada durante o dia faz com que o nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes, como a adrenalina. Essa substância deixa o corpo mais disposto durante as horas subsequentes ao exercício. Somado a isso, a caminhada melhora a qualidade do sono de noite.

“Como o corpo inteiro passa a gastar energia durante uma caminhada, o nosso organismo adormece mais rapidamente no final do dia. Por isso, poucas pessoas que caminham frequentemente têm insônia e, consequentemente, não tem sonolência no dia seguinte”, completa o especialista da Unifesp.

8. Mantém o peso em equilíbrio e emagrece

Esse talvez seja o benefício mais famoso da caminhada. “É claro que caminhar emagrece. Se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas”, afirma Paulo Correia.

E o papel da caminhada na perda de peso não para por aí. Pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, mostrou que, mesmo horas depois do exercício, a pessoa continua a emagrecer devido à aceleração do metabolismo causada pelo aumento na circulação, respiração e atividade muscular.

A conclusão foi de que os músculos dos atletas convertem constantemente mais energia em calor do que os de indivíduos sedentários. Isso ocorre porque quem faz um treinamento intensivo de resistência, como é o caso da caminhada, tem um metabolismo mais acelerado.

9. Controla a vontade de comer

Um estudo recente feito por pesquisadores da Universidade de Exeter, na Inglaterra, sugere que fazer caminhadas pode conter o vício pelo chocolate. Durante o estudo, foram avaliadas 25 pessoas que consumiam uma quantidade de pelo menos 100 gramas por dia de chocolate. Os chocólatras tiveram que renunciar ao consumo do doce e foram divididos em dois grupos, sendo que um deles faria uma caminhada diária.

Os pesquisadores perceberam que não comer o chocolate, juntamente com o estresse provocado pelo dia a dia, aumentava a vontade de consumir o doce. Mas, uma caminhada de 15 minutos em uma esteira proporciona uma redução significativa da vontade pela guloseima.

“Além de ocupar o tempo com outra coisa que não seja a comida, a caminhada libera hormônios, como a endorfina, que relaxam e combatem o estresse, efeito que muitas pessoas buscam compulsivamente na comida”, afirma Paulo Correia.

10. Protege contra derrames e infartos

Quem anda mantém a saúde protegida das doenças cardiovasculares. Por ajudar a controlar a pressão sanguínea, caminhar é um fator de proteção contra derrames e infarto. “Os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução. Isso impede que as artérias parem de transportar sangue ou entupam”, diz Paulo.

A caminhada também regula os níveis de colesterol no corpo. Ela age tanto na diminuição na produção de gorduras ruins ao organismo, que têm mais facilidade de se acumular nas paredes dos vasos sanguíneos e por isso causar derrames e infartos, como no aumento na produção de HDL, mais conhecido como colesterol bom.

11. Diabetes

A insulina, substância que é responsável pela absorção de glicose pelas células do corpo, é produzida em maior quantidade durante a prática da caminhada, já que a atividade do pâncreas e do fígado são estimuladas durante a caminhada devido à maior circulação de sangue em todos os órgãos.

Outro ponto importante é que o treinamento aeróbico intenso produzido pela caminhada é capaz de reverter a resistência à insulina, um fator importante para o desenvolvimento de diabetes. Assim fica comprovado que os exercícios têm ainda mais benefícios contra o mal do que se pensava anteriormente.

“Quanto maior a quantidade de insulina no sangue, maior a capacidade das células absorverem a glicose. Quando esse açúcar está circulando livremente no sangue, pode causar diabetes”, explica o fisiologista da Unifesp.

 

Fonte: minhavida.com.br

Read more...

Chá e seus benefícios

Com o frio se aproximando, tomar um chazinho é uma boa pedida, além de esquentar ainda pode proporcionar grandes benefícios à nossa saúde. O chá é uma bebida preparada através da infusão de folhas, flores e raízes.

Geralmente é preparada com água quente. Cada variedade adquire um sabor definido de acordo com o processamento utilizado, que pode incluir oxidação, fermentação, e o contato com outras ervas, especiarias e frutos.

 

Benefícios dos Chás

Alivia dores e indisposições
Tem poder preventivo
Desintoxica o organismo
Tem ação laxativa e diurética
Hidrata o organismo
Tem ação antioxidante
Auxilia a digestão
Estimula o sistema imunológico
Protege contra infecções, inclusive gripe

Tipos de Chás

Chá Verde

Além de conter manganês, potássio, ácido fólico e vitaminas C, K, B1 e B2, o chá verde ajuda a prevenir doenças cardíacas e circulatórias por conter boa dose de tanino. O consumo diário desse chá diminui as taxas do colesterol e fortalece as artérias e veias. Também desintoxica e acelera o metabolismo, melhora o trânsito intestinal e combate os radicais livres.

Chá Branco

Retirado da mesma planta do chá verde, possui as mesmas propriedades, mas algumas são mais fortes. Combate doenças do coração e câncer. Ele reduz o colesterol ruim, ajudando no fluxo sanguíneo e protegendo o coração. Ele pode, ainda, diminuir o nível de açúcar no sangue e ajudar a prevenir ou atenuar os sintomas da diabetes.

Chá Preto

Rico em flavonóides, previne doenças cardíacas. Os antioxidantes do chá ajudam a eliminar os radicais livres, a manter os vasos flexíveis e a promover um fluxo sanguíneo saudável. O consumo do chá preto traz tanto o benefício dos flavonóides como os da cafeína, que é vasodilatadora. Ao dilatar os vasos, a cafeína facilita a passagem das placas gordurosas.

Chá de Gengibre

Estimulante, melhora o ânimo e confere disposição. Tem ação antiinflamatória, sendo utilizado para dores de garganta. O chá de gengibre poderá ajudar na sua dieta, pois estimula a digestão, alivia a constipação e é um tônico cardíaco. É um poderoso anticoagulante, trata problemas digestivos, circulatórios e dores articulares. Saiba mais sobre o gengibre.

Chá de Anis

É indicado para eliminação de gases estomacais e intestinais, cólicas intestinais em recém-nascidos. Digestivo e anti-espasmódico. O chá de anis estrelado é indicado para gripes, cólicas, gastrites, enterites, gases, espasmos gastrintestinais, tosses, bronquite, calmante, expectorante. Excelente para melhorar a imunidade.

Chá de Canela

É bom para as vias respiratórias em períodos de gripes e resfriados. O chá de canela ajuda as funções digestivas. Entretanto, não deve ser usado com muita frequência ou em concentração muito alta. Chá de canela é antidepressivo e ajuda a controlar a compulsão por doces.

Chá de Camomila

Popularmente, a planta é usada contra problemas digestivos, gases intestinais, ataque de vermes, gastrites, insônias, reumatismo, dores musculares, dores na coluna e dores ciáticas. O conhecido “chazinho de camomila” acalma os músculos e nervos internos (o que explica o uso em cólicas nos bebês e cólicas menstruais) e exercem um efeito emoliente sobre a pele.

Chá de Boldo

Ótimo para azias e mal-estar originados do fígado. Trata enxaquecas, gases e dores de estômago. Favorece a digestão de gorduras. Possui propriedades anestésica, anti-séptica, antibacteriana, antiinflamatória, antimicrobiana, antioxidante e calmante da pele. É indicado para afecções do fígado e da vesícula, cálculo biliar, cólica, diarréia, digestão, dispepsia, febre e fraqueza orgânica.

Capim-Limão

O chá do capim-limão tem poderes calmantes, sedativos, em problemas gastrointestinais, em casos de febre e até dor de cabeça. Também facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos. Acalma os nervos e ajuda na depressão. Têm propriedades analgésicas, antidepressivas, diuréticas e expectorantes, além de ser bactericida,  estimulante da circulação periférica e estimulante estomacal.

Como Preparar Chás

A infusão é geralmente utilizada para preparar todo o tipo de chás a base de flores, folhas e frutos carnosos. Ferva a água e coloque num recipiente (dê preferência aos de vidro). Coloque a planta e tampe por aproximadamente 10 minutos. Sirva em seguida, pois os chás feitos há muito tempo oxidam, perdendo parte do sabor e dos seus princípios ativos.

O ideal é que as partes das plantas a serem utilizadas sejam raladas, moídas ou picadas, assim favorece a passagem dos princípios ativos da planta para água. Evite a fervura porque também pode haver perda dos princípios ativos.

Os Chás Emagrecem?

Já foi comprovado que existem algumas ervas utilizadas em chás que favorecem o processo de emagrecimento, por terem propriedades diuréticas, desintoxicantes, laxativas e que diminuem a ansiedade, aceleraram o metabolismo e a queima de gorduras.

Entretanto, se você tem a intenção de emagrecer, vá com cautela: o chá não pode subsitui uma refeição. Deve-se tomar 3 xícaras diárias e deve estar aliado a uma alimentação saudável e exercícios físicos. Assim, o corpo terá os nutrientes que precisa — fibras, carboidratos e vitaminas. Um dos chás mais eficientes para acelerar o metabolismo é o chá verde.

 

Fonte: belezaesaude.com

 

Read more...

Beleza e Saúde pela raiz

A cada vez que você vai comprar shampoo e condicionador fica cheia de dúvidas sobre qual é o melhor para o seu cabelo? CLEAR te conta como descobrir o tipo dos seus fios e usar produtos adequados para eles.

“O cabelo considerado normal é aquele que tem um equilíbrio entre a produção do sebo e do suor no couro cabeludo, que protege os fios e o couro cabeludo”, explica Prof.Dr.Valcinir Bedin, dermatologista e Presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo. Quando há a falta desta produção natural de sebo, os cabelos são secos e quando há o excesso, eles são oleosos.

Mas isso pode mudar durante a vida por causa de mudanças hormonais, como na gravidez ou na passagem da adolescência para vida a adulta. Também acontecem transformações relacionadas ao estresse ou decorrentes da alteração de hábitos alimentares. Os processos químicos em excesso também podem alterar temporariamente a condição dos cabelos mas, em tese, eles devem voltar a ser o que eram quando a química é suspensa.

“É importante que se use produtos especiais para o tipo de cabelo que se tem. Shampoos e condicionadores de acordo com as características dos fios, de preferência da mesma marca, pois eles são elaborados para se equilibrarem”, diz Dr. Valcinir.

Como identificar seu tipo de cabelo:

Seu cabelo é oleoso se…

fica “grudado” na cabeça
você consegue ver a oleosidade
suja com muita facilidade
você lava e no dia seguinte precisa lavar novamente
Seu cabelo é seco se…

ele arma com facilidade
cria frizz muito rapidamente
ao passar a mão nos fios eles se repelem
ele quase não suja
é difícil de pentear e embaraça facilmente
Seu cabelo é normal se…

ele é equilibrado nessas características.

Um Pouco Mais Sobre os Cabelos

Cabelos secos: as glândulas sebáceas produzem uma quantidade pequena de gordura, e por isso não é possível a lubrificação dos fios até as pontas. Isso resulta em pouca hidratação, falta de brilho, quebra e ressecamento dos fios. Poluição excessiva, uso constante de secadores e chapinhas, químicas, alisamentos ou permanentes, podem deixar os fios mais secos. No entanto, esta característica também pode ser natural.

Cabelos oleosos: a produção excessiva de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo é responsável pela oleosidade dos fios que deixam os cabelos com aspecto pesado, sujo e sem movimento. Ter cabelos oleosos é uma característica natural dos fios, que podem ser potencializada com o excesso de água quente, uso inadequado de produtos no couro cabeludo, baixa regularidade de higienização e ainda exposição a ambientes com alto teor de gordura.

Cabelos mistos: têm características tanto dos cabelos secos, como dos cabelos oleosos. Sendo assim, este tipo de cabelo tem produção excessiva das glândulas sebáceas do couro cabeludo, mas sua oleosidade não consegue chegar às pontas, deixando as escamas abertas, vulneráveis a fatores externos, às pontas duplas e ao ressecamento.

Cabelos normais: macios, sedosos, sem excesso de oleosidade ou ressecamento dos fios. Assim são os cabelos normais, que tem uma produção de gordura pelas glândulas sebáceas equilibrada, sendo capaz de realizar a lubrificação natural dos fios da raiz às pontas.

 

Fonte: mulher.uol.com.br

Read more...

Especialistas dão dicas para usar maquiagem com protetor solar.

Protetor solar é item fundamental nos cuidados com a pele

O rosto é a parte do corpo que fica mais exposta aos raios solares, e deixar de usar um bom protetor danifica e envelhece a pele. Com a intenção de oferecer produtos práticos, algumas marcas de cosméticos apostam em maquiagem que contém fator de proteção, estilo 2 em 1, o que parece bem prático.

No entanto, em alguns casos, esse tipo de produto não substitui o protetor clássico de rosto, principalmente no verão e durante as férias na praia ou piscina.

Limpeza

Para aproveitar ao máximo o efeito das bases, pós, blushes e batons com proteção, capriche na preparação e na limpeza da pele. “Antes de tudo, limpe o rosto com algodão embebido em adstringente ou por tônico líquido. Isso manterá os poros fechados, para segurar o filtro e a maquiagem por mais tempo”.

Aplicação do protetor

Depois de fazer a limpeza, comece a aplicar o filtro para rosto cinco minutos antes de usar a maquiagem. Ele deve oferecer fator de proteção acima de 30, e é esperto escolher um com tipo de textura que auxilie também na hora de aplicar a maquiagem. Sempre use cosméticos indicados para o seu tipo de pele. Para não arriscar, consulte um dermatologista.

“Nas peles mistas a oleosas, a textura indicada para auxiliar na maquiagem é a do protetor em gel. Escolha um que seja de rápida absorção, e que não deixe um aspecto iluminado na pele. Para peles normais a secas, a textura pode ser mais cremosa ou leitosa, pois além de proteger, deixa uma sensação confortável na pele”.

Maquiagem e manutenção

Sempre use protetor solar facial antes da maquiagem, mesmo se optar por maquiagem que já possui fator de proteção. “Se preferir fazer a manutenção apenas com maquiagem, para não ter que lavar tudo e aplicar filtro facial do zero, veja na indicação se o produto oferece FPS 30 e proteção UVA e UVB”.Caso contrário, somente essa maquiagem 2 em 1 não será suficiente e você precisará tirar tudo, limpar e repetir o processo novamente.

Para fazer a manutenção, indicada a cada duas horas ou toda vez que suar muito ou molhar o rosto, a melhor opção de maquiagem é a em pó. “O produto retoca a proteção e não estraga a maquiagem”.

Lábios

Os filtros de rosto podem ser aplicados também sobre os lábios, pois cumprem a função de proteger. Mas se tiver lábios muito sensíveis ou não puder aliar proteção mecânica, como chapéu ou boné, é melhor lembrar de levar um protetor labial na bolsa.

“Os melhores protetores labiais não são gordurosos e são à base de silicones voláteis. Por isso, servem para que os fios de cabelo não grudem na boca quando revoltos por ação do vento”. Aplique antes e reaplique quando sentir que for necessário, depois de comer ou beber, mesmo sobre o batom.

Fonte: mulher.uol.com.br

Read more...