fbpx

Atividades Físicas

40 opções de atividades físicas – escolha a sua!

A fórmula é muito simples: alimentação correta + exercícios físicos + controle do stress = saúde. Por mais fácil que seja, como muitas outras coisas na vida, nós complicamos tudo e não fazemos do jeito certo (e mesmo assim queremos o resultado). Para muitas pessoas, fazer exercícios físicos é um castigo, uma tortura. Talvez porque um dia tentaram fazer musculação, não gostaram e decidiram odiar toda e qualquer atividade física, optando pelo sedentarismo apesar de terem consciência do quanto ele é prejudicial à saúde.

Não gostar de academia não é desculpa para não se exercitar, e não gostar de uma ou outra atividade também não. Existem inúmeras opções, e a cada dia que passa surgem aulas novas nas academias ou grupos de pessoas que se reúnem para fazer alguma atividade. Pelo menos uma delas vai te agradar, porque há opções tanto para os mais tranquilos como os mais agitados, pra quem gosta de arte, de contato com a natureza, de esportes e de interagir com outras pessoas.

Se você não tem tempo para cuidar da sua saúde, vai ter que encontrar tempo para cuidar da sua doença.

A frase diz tudo. Sua saúde é a coisa mais importante que você tem, não espere perdê-la para entender isto. Para ajudar quem ainda não encontrou uma atividade física que goste, aí vai uma lista enorme com muitas opções de exercícios, a descrição e os benefícios de cada um:

1) Yoga

O grande benefício da yoga são as transformações mentais e psicológicas, o bem-estar, a paz interior e a qualidade de vida, mas ela é também uma atividade física que trabalha força, equilíbrio, músculos e alongamento, aliando os benefícios para o corpo e a mente. É a atividade que escolhi para chamar de “minha” e posso recomendá-la de olhos fechados, porque está mudando a minha vida para melhor ao mesmo tempo em que me tira do sedentarismo.

2) Ballet fitness

Abdominais, agachamentos e exercícios localizados com movimentos inspirados no ballet clássico. As aulas são feitas de sapatilha, com apoio nas barras e foco na postura, mas não é uma aula de dança, a intenção é tonificar os músculos de uma forma diferente e mais empolgante do que os exercícios comuns de academia.

3) Crossfit

Atividade super intensa, mas todo mundo que faz diz que ama e não troca por nada. Envolve vários tipos de exercícios misturados: corrida, levantamento de peso, agachamento, exercícios com bolas, cordas, barras, argolas, elásticos e correntes. As aulas variam muito, inclusive podem ser feitas no espaço fechado e também ao ar livre, por isso, ao contrário da academia, é difícil enjoar do Crossfit.

4) Circo

Tecido, trapézio, cambalhotas, cama elástica, malabares…a arte circense é única, não existe nada igual. As aulas têm exercícios no solo e aéreos, que trabalham força, equilíbrio e coordenação. As atividades são variadas, divertidas e desafiadoras, então não há monotonia e o stress vai embora.

5) Hidroginástica

Boa opção pra quem foge dos exercícios no calor porque não gosta de suar. Exercitar-se na água ajuda a gastar muitas calorias, desenvolve a resistência e a força muscular e, ao contrário de algumas atividades, não causa exaustão. As aulas são super animadas e divertidas e você sai delas muito mais relaxado do que cansado.

6) Pilates

Mais uma opção de atividade totalmente sem monotonia. As aulas de Pilates variam entre exercícios de solo, com a bola e nos aparelhos, com inúmeras variações. Trabalha o corpo todo e é altamente recomendada para quem quer tratar ou evitar problemas na coluna. No Pilates há posturas similares às da yoga, mas com foco maior no trabalho do corpo, apesar de também trazer benefícios para a mente. Está na minha lista de próximas atividades físicas que pretendo experimentar!

7) Vôlei

Dá pra juntar alguns amigos e jogar na quadra do parque ou procurar escolas ou grupos que ensinam e jogam juntos com frequência. É um esporte que quase todo mundo gosta, bastante agitado e que trabalha o corpo inteiro.

8) Boxe

Entre as lutas, o boxe é a opção que mais atrai as mulheres. Exige bastante força dos braços, mas as aulas incluem exercícios para o corpo todo, como abdominais, pular corda, flexões e agachamentos. Para quem não gosta de lutar com outra pessoa e quer apenas aprender a técnica, o boxe é uma ótima escolha, pois as aulas não precisam ser feitas no ringue, você pode fazer apenas os movimentos e golpes individualmente, com a mesma intensidade.

9) Corrida

Tem muita gente apaixonada por corrida por aí, e provavelmente você conhece alguém que pratica e adora. O esporte vem ganhando cada vez mais adeptos e não é pra menos: é uma atividade prazerosa, relaxante e que pode ser praticada em lugares diferentes: na esteira, no parque, na praia, na calçada…além de ser gratuita e você poder praticar a hora que quiser.

10) Dança de salão

Ótima opção pra quem gosta de interagir com outras pessoas. Na dança de salão são ensinados diferentes ritmos de dança a dois: forró, salsa, bolero, valsa, samba de gafieira, zouk, entre outros. A aula é bem agitada e muito divertida. Além de mexer o corpo, perder calorias, descontrair e conhecer pessoas novas, te dá a vantagem de saber dançar quando vai a uma festa ou balada.

11) Stand up paddle

Tem um post no blog contando como é praticar stand up paddle, mas repito o que falei sobre a minha experiência: é um esporte incrível, que beneficia o corpo e a mente. Para o corpo, trabalha principalmente a força nos braços e equilíbrio nas pernas. Para a mente, a sensação de calma, paz e contato com a natureza. É uma atividade que eu adoraria poder praticar sempre.

12) Power Jump

É aquela aula feita na cama elástica, com músicas super agitadas e pulos variando entre maior e menor intensidade. É bastante cansativa e exige bastante do corpo, então é ótima para quem quer gastar calorias e mandar embora todas as tensões.

13) Patins

Tem gosto de infância e é uma delícia de praticar. Dá pra andar no parque ou na rua, você só vai precisar gastar dinheiro comprando um patins e equipamentos de segurança (se não tiver), então é só sair e se divertir com a ótima sensação de andar sobre rodinhas com o vento batendo no rosto.

14) Handball

Se vôlei, futebol, basquete e outros esportes de quadra não te atraem, que tal tentar o handball? É diferente de qualquer outro, trabalha bastante os braços e é mais fácil de aprender, pois as regras são mais simples. O esporte não tem tanto espaço como os outros na mídia, por isso não é tão conhecido, mas vale a pena experimentar.

15) Alongamento

Várias academias dão aulas exclusivamente de alongamento. Geralmente duram de 30 a 40 minutos e são extremamente relaxantes. Além de contar como exercício físico, traz outros benefícios à saúde: melhora a postura e a flexibilidade, diminui as dores corporais e aumenta a amplitude dos movimentos, ajudando a diminuir o risco de lesões musculares.

16) Jiu Jitsu

Para quem gosta de lutas, o Jiu Jitsu é uma das mais populares. O nome significa “suavidade”, por isso os movimentos são mais gentis e focados na boa execução, não tanto na força, e sem intenção de machucar. É voltada para o ataque e autodefesa, e a ideia é utilizar a força do adversário contra ele mesmo para imobilizá-lo.

17) Caminhada

Dá pra fazer sozinho ou acompanhado, onde você preferir e no ritmo que quiser. É importante usar um tênis confortável e adequado aos pés, e prestar atenção à postura ao caminhar para evitar dores, mas é uma atividade simples que qualquer um pode começar a qualquer momento. Pra ficar melhor, coloque uma música que goste no fone de ouvido ou aproveite para refletir e pensar na vida e em seus sonhos enquanto caminha.

18) Natação

Outra opção pra quem prefere se exercitar na água. A natação pode ser uma boa escolha se você prefere fazer exercícios sozinho, trabalhar a concentração e fazer uma atividade que exija mais dos músculos.

19) Dança do ventre

O estilo de dança mais democrático de todos, vale pra qualquer idade e tipo de corpo. A dança do ventre solta os movimentos, estimula a feminilidade e aumenta a autoestima. O corpo todo se movimenta conforme a batida da música, com foco principalmente nos braços, cabeça e quadris. Nas aulas, além dos passos e movimentos, se aprende também a dançar com a espada, véu, taças, castiçal, punhal e outros objetos, que tornam a dança ainda mais bonita.

20) Pole dance

Modalidade super diferente, em que é preciso sustentar o corpo todo usando a força dos braços e pernas para se segurar no poste de ferro. Os exercícios incluem giros, abdominais, sustentação e alongamento. Tudo feito com movimentos graciosos e suaves, porém bastante desafiadores.

21) Bike

Quem não gosta de andar de bicicleta? É divertido e relaxante, e você pode aproveitar para fazer exercícios sempre que precisar se locomover. Muita gente já aderiu à bike no dia a dia, para ir ao trabalho, mercado e outros lugares. Se você puder fazer isso, além de beneficiar a si mesmo aproveitando o tempo de deslocamento para se exercitar sem precisar gastar dinheiro com mensalidades, ainda vai ajudar o meio ambiente e o trânsito. No fim de semana, dá pra convidar os amigos e ir ao parque ou a uma ciclovia se divertir.

22) Insanity

O Insanity Workout é um programa de exercícios em vídeos, que você faz em casa e não precisa de aparelhos, utiliza apenas o seu peso corporal. Os treinos vêm em dvds e misturam exercícios aeróbicos, de força e de resistência. Ao contrário do que se pode pensar por ser feito em casa, os exercícios são muito intensos, gastam muitas calorias e tonificam o corpo. Pra quem não gosta de sair de casa para se exercitar, mas quer resultados de academia, é uma das melhores opções.

23) Zumba

Uma das maiores febres que chegou nas academias há alguns anos e continua fazendo muito sucesso. As aulas misturam ginástica e dança com ritmos latinos e músicas internacionais, daquelas que quando tocam ninguém consegue ficar parado. A Zumba é uma aula super divertida porque mistura vários tipos de passos e músicas diferentes. Se há uma palavra para definir a modalidade, com certeza é “animação”!

24) Ballet clássico

Muita gente acha que ballet é só para quem começa quando criança, mas hoje em dia quase todas as academias oferecem aulas também para adultos. Quem gosta da arte e já se imaginou dançando em cima da sapatilha de ponta, fazendo plié e grand jeté e se apresentando em O Lago dos Cisnes pode realizar esse sonho, independente da idade!

25) Surf

Contato com a natureza, liberdade e desafio. Pra quem gosta de calor, praia, sol e mar, vale a pena conhecer e praticar. Além de um esporte, o surf é um estilo de vida que defende principalmente a cultura de valorização da natureza e a liberdade. O desafio está em se equilibrar e controlar a prancha nas ondas, sentindo a incrível sensação de deslizar sobre a água.

26) Tênis

Mais uma opção de esporte diferente pra conhecer e, quem sabe, se apaixonar. O tênis é praticado em duplas, então dá pra chamar aquele amigo ou amiga que também está sedentário para experimentar com você.

27) Escalada

Pra quem gosta de atividades radicais e aventura, a escalada é uma ótima pedida. Dizem que é apaixonante e que vicia, quem faz uma vez e gosta não para nunca mais de escalar. A escalada oferece sensação de liberdade, desafia a força de todo o corpo e estimula a concentração e a disciplina. É um esporte que muda pra melhor o corpo e a mente de quem pratica.

28) Capoeira

Música brasileira, muito molejo no corpo e alegria. A capoeira é uma atividade cheia de energia, descontração, amizade e também cultura. Muito bom pra quem gosta de socializar e quer descarregar as energias e soltar o corpo. A combinação de música envolvente, alegria, dança e luta é o que faz a capoeira ser especial, estimular o bom humor e ajudar a mandar o stress embora.

29) Circuito

Diferentes exercícios feitos em sequência, misturando aeróbicos e trabalho muscular. Por variar bastante e cada exercício durar pouco tempo, as aulas são bem dinâmicas (porém, bastante cansativas). É uma boa opção pra quem quer resultados de academia mas não gosta de puxar ferro. Em algumas academias, as aulas de circuito duram apenas 30 minutos, então também é ótimo pra quem não tem muito tempo.

30) Step

Uma das aulas de ginástica mais conhecidas. É feita com aquele banquinho baixo chamado “step”, subindo e descendo dele em movimentos de coreografia, de acordo com a música. É uma aula bastante intensa e que trabalha principalmente os membros inferiores, por isso, é muito procurada principalmente por mulheres.

31) Kangoo jumps

Ainda não muito conhecida e não tão fácil de encontrar nas academias, Kangoo Jumps é o nome da modalidade e também do calçado super diferente usado para praticá-la, parecido com um patins, porém com uma espécie de mola arredondada embaixo que amortece o movimento e facilita os pulos. A intenção é se movimentar pulando, e dá pra fazer tanto na academia como em parques ou em casa mesmo, basta ter um pouco de espaço.

32) Remo

Mais uma opção pra quem gosta de estar na água e ao ar livre e também de desfrutar de calma e tranquilidade. Pode ser praticado sozinho, em dupla ou grupos. Trabalha principalmente a parte superior do corpo, mas também é preciso força nas pernas, portanto, é um esporte completo, que aumenta o bem-estar tanto do corpo como da mente.

33) Street dance

Também chamado de “dança de rua” é pra quem gosta de hip hop, black, break e outros tipos de música com batida forte. É diferente de qualquer outra dança e envolve movimentos feitos com o corpo inteiro no chão, saltos, acrobacias e outros passos feitos com muita força e energia.

34) Ginástica olímpica

Assim como o ballet, muita gente pensa que ginástica olímpica é apenas pra quem começa desde cedo. Não é! Também requer muita dedicação e é preciso gostar do esforço, porque a modalidade exige muito do corpo, mas é extremamente prazerosa para quem sabe apreciar a beleza dos movimentos de saltos, piruetas, equilíbrio etc.

35) Sh’bam

Pelo nome, você provavelmente nunca ouviu falar, mas o Sh’bam nada mais é do que aulas de dança super animadas com as músicas que estão em alta no momento ou os mais famosos clássicos e flashbacks. A aula é quase uma ida à balada, o que é ótimo para os mais tímidos que querem superar a vergonha na hora de dançar nas festas. A palavra Sh’bam significa “suar e sorrir”, os dois principais objetivos da atividade e que fazem bem tanto para a saúde como para a felicidade!

36) Lambaeróbica

Que atire a primeira pedra quem nunca dançou axé e não lembra de alguns passos das coreografias antigas. O ritmo perdeu um pouco a força há algum tempo, mas as academias continuam oferecendo aulas de lambaeróbica. Dançar é sempre divertido, e axé continua sendo um dos melhores ritmos pra dançar sozinho e saber as coreografias para aproveitar nas festas e baladas.

37) Skate

Além do patins e da bike, outra atividade divertida que pode ser praticada na rua é andar de skate. Se você nunca andou, vale a pena experimentar para ver se gosta. Assim como os outros dois, dá aquela ótima sensação de liberdade. O skate mais ainda, porque não há nada preso ao seu corpo e você não se segura, por isso é uma atividade única e diferente de qualquer outra. Experimente andar numa descida em linha reta, como essa da foto, para sentir a sensação.

38) Taekwondo

A palavra “taekwondo”, em coreano, significa “caminho dos pés e das mãos através da mente”. O princípio da arte marcial é a defesa pessoal, por isso envolve muita habilidade nas mãos, braços, pernas e pés para se esquivar, interceptar golpes e se defender do ataque do oponente. Além de uma atividade física, o taekwondo emprega uma filosofia que busca vencer desafios e desenvolver outras áreas da vida pessoal.

39) Jazz musical

Já se imaginou dançando como os atores nos filmes musicais e peças de teatro da Broadway? Algumas academias oferecem aulas que ensinam as coreografias de Chicago, Moulin Rouge, Mamma Mia e vários outros. Pra quem gosta de dançar e de ver danças em filmes, é uma ótima opção para combinar exercício e divertimento.

40) Slackline

Uma das maiores febres atualmente. Basta ir à praia ou a um parque para encontrar alguém se equilibrando e tentando andar em cima de uma fita amarrada geralmente entre duas árvores ou postes. Não é nada fácil conseguir ir do começo ao fim da fita sem cair, mas a diversão está justamente em tentar e aprender a se equilibrar!

Fonte: desassossegada.com.br

Read more...

Atividade física previne a dor na costa

Atividade física feita com regularidade é capaz de prevenir a dor nas costas, pois ela fortalece esta musculatura dando mais sustentação ao corpo, diminuindo o risco de lesões e melhorando a postura do indivíduo.

A atividade deve ser inicialmente de baixa intensidade e progredir com o tempo para fortalecer a musculatura sem lesionar as vértebras da coluna ou mesmo a própria musculatura das costas e pescoço. O profissional de educação física é o mais indicado para recomendar quais serão os exercícios iniciais e quando a intensidade deverá ser aumentada.

Os exercícios também ajudam a emagrecer ou a manter o peso corporal do indivíduo, o que reduz muito o esforço e o risco de formação de doenças ortopédicas, como a hérnia de disco, por exemplo.

Quem sofre de dor nas costas pode além do tratamento fisioterapêutico iniciar um esporte que goste ou fazer ginástica ou musculação na academia, mas deve ser sempre orientado por um profissional qualificado para que a dor não venha a aumentar.

 

Fonte: tuasaude.com

Read more...

Benefícios da atividade física

Praticar atividade física faz bem ao corpo e à mente. Confira os benefícios gerais da atividade física e os benefícios da atividade física na adolescência, na terceira idade e durante a gravidez.

Benefícios gerais da atividade física

Os benefícios gerais da atividade física são:

Emagrecer, combatendo a obesidade;
Melhorar a circulação sanguínea;
Aumentar o metabolismo;
Fortalecer o sistema imune;
Diminuir os riscos de doenças cardíacas;
Aumentar a resistência dos ossos, prevenindo a osteoporose;
Melhorar a coordenação dos movimentos e do equilíbrio;
Aumentar a boa disposição e o bom humor;
Diminuir o estresse, risco de ansiedade e depressão;
Promover uma maior interação social;
Melhorar a imagem corporal e a auto estima;
Melhorar a capacidade de aprendizagem.
Benefícios da atividade física na adolescência

Além de todos estes benefícios acima citados, outros benefícios da atividade física na adolescência são:

Combater o excesso de peso;
Melhorar a auto-estima;
Diminuir a depressão;
Melhorar o desempenho escolar;
Diminuir o estresse e o cansaço;
Melhorar a postura;
Melhorar a aparência da pele.
Se o adolescente gozar de boa saúde física e mental, ele poderá realizar qualquer atividade física, à livre escolha, pois nesta faixa etária se tem mais força, boa disposição e o risco de doenças é muito reduzido.

Benefícios da atividade física na terceira idade

Os benefícios da atividade física na terceira idade incluem:

Melhorar o equilíbrio, diminuindo o risco de quedas e, consequentemente, de ossos quebrados;
Diminuir a perda de massa óssea, tornando os ossos mais fortes;
Diminuir a pressão arterial;
Melhorar a digestão dos alimentos;
Melhorar a Diabetes, por aumentar a resistência à insulina;
Melhorar o andar, devido ao fortalecimento dos músculos e aumento da flexibilidade;
Diminuir a depressão, devido à interação social e liberação das endorfinas;
Melhorar a auto-estima;
Diminuir as varizes e as doenças cardiovasculares;
Melhorar a capacidade de reflexos;
Melhorar a postura corporal;
Melhorar a respiração e a circulação sanguínea;
Diminuir o risco de infecções respiratórias;
Aumentar a capacidade respiratória;
Diminuir o inchaço das pernas;
Diminuir a dor nas costas.
Mas, para conseguir alcançar todos estes benefícios, o indivíduo deve realizar a atividade física que mais gosta, no mínimo 3 vezes por semana, sempre acompanhado de um preparador físico e sob orientação médica.

Read more...

11 benefícios da caminhada para o corpo e a mente

Ela controla a pressão, diabetes, protege contra demência e ainda emagrece

Você conhece algum exercício mais fácil de praticar do que a caminhada? Ela não exige habilidade, é barata, pode ser feito praticamente a qualquer hora do dia, não tem restrição de idade e ainda pode ser feita dentro de casa se a pessoa tiver uma esteira. “Para uma pessoa que não pratica nenhum tipo de esporte, uma caminhada de 10 minutos por dia já provoca efeitos perceptíveis ao corpo, depois de apenas uma semana, explica o fisiologista do esporte Paulo Correia, da Unifesp. Além da melhora do condicionamento físico, as vantagens de caminhar para a saúde do corpo e da mente são muitas, e comprovadas pela ciência. O Minha Vida reuniu 11 benefícios que esse hábito pode fazer para você. Confira aqui e movimente-se:

1.Melhora a circulação

Um estudo feito pela USP, de Ribeirão Preto, provou que caminhar durante aproximadamente 40 minutos é capaz de reduzir a pressão arterial durante 24 horas após o término do exercício. Isso acontece porque durante a prática do exercício, o fluxo de sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão.

Além disso, a caminhada faz com que a as válvulas do coração trabalhem mais, melhorando a circulação de hemoglobina a e oxigenação do corpo. “Com o maior bombeamento de sangue para o pulmão, o sangue fica mais rico em oxigênio. Somado a isso, a caminhada também faz as artérias, veias e vasos capilares se dilatarem, tornando o transporte de oxigênio mais eficiente às partes periféricas do organismo, como braços e pernas”, explica o fisiologista Paulo Correia.

2.Deixa o pulmão mais eficiente

O pulmão também é bastante beneficiado quando caminhamos. De acordo com Paulo Correia, as trocas gasosas que ocorrem nesse órgão passam a ser mais poderosas quando caminhamos com frequência. Isso faz com que uma quantidade maior de impurezas saia do pulmão, deixando-o mais livre de catarros e poeiras.

“A prática da caminhada, se aconselhada por um médico, pode ajudar também a dilatar os brônquios e prevenir algumas inflamações nas vias aéreas, como bronquite. Em alguns casos mais simples, ela tem o mesmo efeito de um xarope bronco dilatador”, explica.

3. Combate a osteoporose

O impacto dos pés com o chão tem efeito benéfico aos ossos. A compressão dos ossos da perna, e a movimentação de todo o esqueleto durante uma caminhada faz com que haja uma maior quantidade estímulos elétricos em nossos ossos, chamados de piezelétrico. Esse estímulo facilita a absorção de cálcio, deixando os ossos mais resistentes e menos propensos a sofrerem com a osteoporose.

“Na fase inicial da perda de massa óssea, a caminhada é uma boa maneira de fortalecer os ossos. Mesmo assim, quando o quadro já é de osteoporose, andar frequentemente pode diminuir o avanço da doença”, diz o fisiologista da Unifesp.

4. Afasta a depressão

Durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando uma pessoa começa a praticar exercícios, ela automaticamente produz endorfina.

Depois de um tempo, é preciso praticar ainda mais exercícios para sentir o efeito benéfico do hormônio. “Começar a caminhar é o inicio de um círculo vicioso. Quando mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, o que te dá mais ânimo. Esse relaxamento também faz com que você esteja preparado para passar cada vez mais tempo caminhando”, explica Paulo Correia.

5. Aumenta a sensação de bem-estar

Uma breve caminhada em áreas verdes, como parques e jardins, pode melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Essex, no Reino Unido.

Comparando dados de 1,2 mil pessoas de diferentes idades, gêneros e status de saúde mental, os pesquisadores descobriram que aqueles que se envolviam em caminhadas ao ar livre e também, ciclismo, jardinagem, pesca, canoagem, equitação e agricultura, apresentavam efeitos positivos em relação ao humor e à autoestima, mesmo que essas atividades fossem praticadas por apenas alguns minutos diários.

6. Deixa o cérebro mais saudável

Caminhar diariamente é um ótimo exercício para deixar o corpo em forma, melhorar a saúde e retardar o envelhecimento. Entretanto, um novo estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostra que esse efeito antienvelhecimento do exercício pode ser possível também em relação ao cérebro, ao aumentar seus circuitos e reduzir os riscos de problemas de memória e de atenção. “Os estímulos que recebemos quando caminhamos aumento a nossa coordenação e fazem com que nosso cérebro seja capaz de responder a cada vez mais estímulos, sejam eles visuais, táteis, sonoros e olfativos”, comenta Paulo Correia.

Outro estudo feito pela Universidade de Pittsburgh, afirma que as pessoas que caminham em média 10 quilômetros por semana apresentam metade dos riscos de ter uma diminuição no volume cerebral. Isso pode ser um fator decisivo na prevenção de vários tipos de demência, inclusive a doença de Alzheimer, que mata lentamente as células cerebrais.

7. Diminui a sonolência

A caminhada durante o dia faz com que o nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes, como a adrenalina. Essa substância deixa o corpo mais disposto durante as horas subsequentes ao exercício. Somado a isso, a caminhada melhora a qualidade do sono de noite.

“Como o corpo inteiro passa a gastar energia durante uma caminhada, o nosso organismo adormece mais rapidamente no final do dia. Por isso, poucas pessoas que caminham frequentemente têm insônia e, consequentemente, não tem sonolência no dia seguinte”, completa o especialista da Unifesp.

8. Mantém o peso em equilíbrio e emagrece

Esse talvez seja o benefício mais famoso da caminhada. “É claro que caminhar emagrece. Se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas”, afirma Paulo Correia.

E o papel da caminhada na perda de peso não para por aí. Pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, mostrou que, mesmo horas depois do exercício, a pessoa continua a emagrecer devido à aceleração do metabolismo causada pelo aumento na circulação, respiração e atividade muscular.

A conclusão foi de que os músculos dos atletas convertem constantemente mais energia em calor do que os de indivíduos sedentários. Isso ocorre porque quem faz um treinamento intensivo de resistência, como é o caso da caminhada, tem um metabolismo mais acelerado.

9. Controla a vontade de comer

Um estudo recente feito por pesquisadores da Universidade de Exeter, na Inglaterra, sugere que fazer caminhadas pode conter o vício pelo chocolate. Durante o estudo, foram avaliadas 25 pessoas que consumiam uma quantidade de pelo menos 100 gramas por dia de chocolate. Os chocólatras tiveram que renunciar ao consumo do doce e foram divididos em dois grupos, sendo que um deles faria uma caminhada diária.

Os pesquisadores perceberam que não comer o chocolate, juntamente com o estresse provocado pelo dia a dia, aumentava a vontade de consumir o doce. Mas, uma caminhada de 15 minutos em uma esteira proporciona uma redução significativa da vontade pela guloseima.

“Além de ocupar o tempo com outra coisa que não seja a comida, a caminhada libera hormônios, como a endorfina, que relaxam e combatem o estresse, efeito que muitas pessoas buscam compulsivamente na comida”, afirma Paulo Correia.

10. Protege contra derrames e infartos

Quem anda mantém a saúde protegida das doenças cardiovasculares. Por ajudar a controlar a pressão sanguínea, caminhar é um fator de proteção contra derrames e infarto. “Os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução. Isso impede que as artérias parem de transportar sangue ou entupam”, diz Paulo.

A caminhada também regula os níveis de colesterol no corpo. Ela age tanto na diminuição na produção de gorduras ruins ao organismo, que têm mais facilidade de se acumular nas paredes dos vasos sanguíneos e por isso causar derrames e infartos, como no aumento na produção de HDL, mais conhecido como colesterol bom.

11. Diabetes

A insulina, substância que é responsável pela absorção de glicose pelas células do corpo, é produzida em maior quantidade durante a prática da caminhada, já que a atividade do pâncreas e do fígado são estimuladas durante a caminhada devido à maior circulação de sangue em todos os órgãos.

Outro ponto importante é que o treinamento aeróbico intenso produzido pela caminhada é capaz de reverter a resistência à insulina, um fator importante para o desenvolvimento de diabetes. Assim fica comprovado que os exercícios têm ainda mais benefícios contra o mal do que se pensava anteriormente.

“Quanto maior a quantidade de insulina no sangue, maior a capacidade das células absorverem a glicose. Quando esse açúcar está circulando livremente no sangue, pode causar diabetes”, explica o fisiologista da Unifesp.

 

Fonte: minhavida.com.br

Read more...